Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão
Início do conteúdo

A pandemia de Covid-19 e os Arquivos: qual nosso papel?

Publicação:

APERS e a pandemia de Covid-19
APERS e a pandemia de Covid-19

A humanidade está vivenciando um de seus períodos mais tristes e desafiadores ao enfrentar a pandemia de Covid-19, uma doença causada por um vírus altamente contagioso, expressivamente letal, e para o qual ainda não temos vacina ou tratamento eficaz. Hoje, 27 de maio de 2020, com mais de 5 milhões e 600 mil casos, e mais de 340 mil mortes confirmadas pelo novo Coronavírus no mundo, estamos longe de perceber o fim desse cenário. Dia após dia reorganizamos a vida, as atividades cotidianas e de trabalho, nos solidarizamos com profissionais da saúde e acompanhamos atentos às medidas de segurança que devemos seguir, na esperança de colaborar para que tal realidade seja superada o mais breve possível.

Olhando desde essa perspectiva, nós, profissionais de arquivos, também temos nos perguntado sobre qual seria o nosso papel. Não estamos na linha de frente do combate à pandemia, porém, além de contribuir com solidariedade, bom senso, compartilhamento de informações confiáveis e adesão ao isolamento social, acreditamos que nossa atuação na esfera da preservação dos documentos públicos e do registro de memórias dessa experiência histórica são fundamentais, no presente e para o futuro.

Satisfatoriamente, há iniciativas globais nesse sentido, como podemos observar a partir da declaração “Transformar a ameaça da COVID-19 em uma oportunidade para aumentar o apoio ao patrimônio documental”, co-assinada nos primeiros dias de abril de 2020 pela UNESCO, pelo Conselho Internacional de Arquivos (ICA) e outras organizações internacionais da área do patrimônio, cujos objetivos são orientar e estimular a proteção e difusão de documentos que forneçam informações de qualidade e uma perspectiva histórica sobre como essa emergência mundial está sendo enfrentada pelas autoridades e pela população. Ao redor do globo, germinam inúmeras iniciativas de registro e preservação de memórias, como é possível conferir clicando no mapa “COVID-19 Story-Collecting Initiatives”, que destaca algumas delas.

Servidores do APERS em reunião via Meet. Em pauta, registros e memórias da pandemia de Covid-19.
Servidores do APERS em reunião via Meet. Em pauta, registros e memórias da pandemia de Covid-19.

Desde o Arquivo Público do Estado do RS, temos acompanhado tais ações, realizando estudos e reuniões internas, como o encontro virtual de ontem à tarde, no qual servidoras e servidores puderam consolidar discussões que em breve se expressarão em projetos e normativas voltadas aos registros e memórias sul rio-grandenses durante a pandemia. Acreditamos que, como autoridade arquivística estadual, devemos promover a reflexão sobre a forma como as ações da administração pública nesse contexto se inscrevem nos documentos por ela produzidos, assim como garantir a mais ampla preservação de tais registros, viabilizando o acesso à informação para fins probatórios, científicos, educativos e culturais. Acompanhe novidades nas próximas semanas em nossas redes!

Comentários

Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul